All Posts By

ltelles

O vento no meu coração

By | Sem categoria | No Comments

Sobre as águas.

Eu gostaria de ser um golfinho. E terminar como um golfinho. (porque não nasci na família do boto, seria uma decisão fácil, simplesmente nunca mais voltar)

Ou aquelas criaturas voadoras do Escher.

Ela me espera lá embaixo.

O vento sobra no meu coração.

Interior

By | Sem categoria | No Comments

João precisa viajar. Precisa conhecer a poeira das estradas. Sua busca esta pra dentro. Precisa ser como o palhaço do filme, saber quem é o prefeito, o louco e o puteiro de cada cidade.

Até perder a conta do que viu e do que não viu. E voltar para uma vila de onde já havia saído brigado. Pra encontrar o rancor guardado de seus habitantes.

Casa perto da praia [Home by the sea]

By | Sem categoria | No Comments

Eu estava cansado. Mesmo dormindo, sentia meu corpo dolorido e suado
Quando acordei, percebi que havia dormido em uma rede. Verde.
Dalí, pendurado na varanda, olhei para dentro da casa de madeira pela janela da frente.
Pregados na parede, haviam 6 pequenas molduras, com fotos que pareciam ter sido recortadas de revistas sobre a vida marinha. Dois veleiros, uma ilha e 3 tipos de peixes, um deles amarelo e laranja.
Isso, e o barulho das ondas, me deram a certeza de que eu ainda estava perto do mar.

Splash page.

By | Sem categoria | No Comments

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

[painel único] do alto de um penhasco, uma figura magra e nua com os cabelos ao vento olha pra baixo
[painel pequeno] close nos olhos do homem. Fechados, como se estivesse ouvindo uma música. Sorri.

Estou morto. Não sou Bráz Cubas. Sou João Batista.
A cena que você vê é a última coisa que aconteceu comigo antes de morrer.

Lá embaixo, a Alamoa, uma velha amiga, me chama com seu canto a-b-so-lu-ta-men-te delicioso. A morte parece doce. Pular é a opção mais acertada.